Notícias

A forma como cerras o punho diz muito sobre a tua personalidade. Absolutamente brilhante.

A forma como cerras o punho diz muito sobre a tua personalidade. Absolutamente brilhante.

Cerrar o punho é geralmente uma atitude subconsciente.

Nós fazemos isso quando estamos com raiva, stressados ou frustrados.

Se não és um pugilista ou alguém que dá socos regularmente, então provavelmente não pensas muito na maneira como fazes este movimento.

Mas deverias prestar mais atenção, pois isto diz muito sobre a tua personalidade.

Para ver como funciona, cerra o punho agora.

Percebe como ele se fecha e compara com as fotos abaixo.

 

1.

Como os outros te veem: Estas pessoas têm um lado criativo muito forte. São bastante sagazes e expressivas. Frequentemente muito emotivas, reagem rapidamente às mudanças. Pessoas com esta personalidade têm uma disposição pragmática para a arte. Elas podem ser muito precavidas e, em função da sua natureza sensível, tendem a preocupar-se bastante. Elas são espertas, promovem a harmonia e justiça, mas também são boas a manipular os outros.

Como és: Na maioria das vezes, prefere a calma. Isto dá-se por conta da tua natureza bondosa. Preferes controlar-te a machucar alguém. Como regra, és muito social e é fácil conviver contigo. Tudo o que precisas é de um pouco de liberdade e espaço para viver os teus sonhos. Só precisa de poucos e bons amigos.

No amor: Não és muito fã de drama. Por isso, preferes um ambiente relaxado e confortável, e isso vale para os teus relacionamentos também. A tua maior fraqueza é ser muito compassivo. Mesmo que tenhas sido ferido profundamente, estás sempre disposto a perdoar e esquecer.

 

2.

Como os outros te veem: Pessoas com este punho esbanjam criatividade e talento. Com o seu charme especial, fazem amigos rapidamente. São generosas, inteligentes e chamam atenção pela autoconfiança. O poder é algo muito importante para elas, e elas estão dispostas a trabalhar duro por isso. Ao mesmo tempo, são consideradas flexíveis e atenciosas.

Como és: Tens um coração sensível. Gostarias de te arriscar em muitas coisas, mas tens medo de te ferires. Isto é porque tens expectativas elevadas e, ao mesmo tempo, medo de perder. Precisas de encorajamento. Não é muito difícil fazer-te feliz: apenas precisas ao teu redor de pessoas que entendes e te aceitam como és.

No amor: Tendes a questionar-te sobre tudo e a pensar demais. Isto significa que às vezes perdes-te em lembranças doloridas e simplesmente não consegues libertar-te. Na maioria das vezes, permaneces hesitante. Queres alguém do teu lado, mas tens medo de deixar que outra pessoa realmente se aproxime. Pelo fato de amares demais, tens medo de ser deixado. Por este motivo, não queres parecer estar implorando, e ages como se fosse mais tranquilo do que realmente és.

 

3.

Como outros te veem: Estas pessoas são sensíveis, têm muita imaginação e muita intuição. Mesmo que gostem de ajudar e sejam muito generosas, elas também possuem um sentimento de insegurança. São entusiastas, mas apenas com coisas de seu interesse. Sendo assim, podem ficar impacientes rapidamente, pois direcionam toda a sua energia para aquilo que gostam. Elas são naturalmente curiosas, aventureiras, têm bom senso de humor, sabendo rir de si mesmas.

Como és: Tens muita necessidade de segurança e de ser tratado com honestidade. Gostas de ser visto como quem realmente és e sentir-te aceite. Às vezes, és muito bom com os teus colegas e corres o risco de ser explorado. A coisa mais importante para ti é que as pessoas sejam sinceras. E tu consegues perceber rapidamente se elas são ou não. Sabes muito bem quem ou o que é bom ou mau para ti.

No amor: Não és muito bom a expressar os teus sentimentos. Quando o teu companheiro tem a sensação de que gosta dele, a verdade é que o amas mais do que tudo. Não é que não sejas honesto, mas, sim, que não gostas de falar sobre os teus sentimentos e preferes guardá-los para ti. Também não é verdade que nunca sentes raiva, mas frequentemente colocas as tuas necessidades em segundo plano. Tratas sempre bem os teus colegas. A palavra egoísmo lhe é desconhecida.

Incrível o quando se pode dizer sobre uma pessoa analisando o punho dela. Comigo bateu certo. E contigo?